Apologética Devocional DropsGelion Reflexão Sobre Fale Conosco
/ Defesa da Fé

O que aconteceu com os cristãos brasileiros?

  • Jamil Filho

    Jamil Filho

    Cristão por livre escolha, salvo pela graça, servo de Cristo Jesus, eterno estudante de teologia, criador e editor do Euaggelion.

    Ler mais artigos deste autor.

    Jamil Filho

Então ele disse: Vão pelo mundo inteiro e anunciem o evangelho a todas as pessoas. Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado Marcos 16.15-16

Não precisamos de um excepcional conhecimento bíblico para compreendermos o papel da Igreja, descrito nos últimos versículos do Evangelho de Marcos.

Jesus diz claramente: “Vão pelo mundo inteiro e anunciem o evangelho a todas as pessoas”.

Como servos e filhos de Deus devemos não apenas seguir ao Evangelho de Cristo, devemos levá-lo a outros também.

Mas o que aconteceu com os cristãos brasileiros?

Há alguns dias, enquanto lia uma revista de grande circulação nacional, me deparei com uma estrevista (a das páginas amarelas) que me deixou extremamente agunstiado.

A entrevista era com um pastor de grande renome no cenário cristão brasileiro, mas ao contrário do que esperava, não encontrei em nenhuma linha a proclamação da Salvação em Jesus Cristo.

Tudo o que consegui li foi a marca do relógio importado, o valor do implante de cabelo e daí para pior.

Onde Cristo foi colocado?

A esmagadora parcela das igrejas cristãs brasileiras abandonaram a mensagem da salvação por um evangelho (se é que podemos chamá-lo de evangelho) pragmático, antibíblico e totalmente centralizado em riquezas e bens materiais.

Trocaram a mensagem da Salvação pela heresia da falsa prosperidade!

Em Gálatas 1:8-10 o Apóstolo Paulo declara enfaticamente:

Mas, se alguém, mesmo que sejamos nós ou um anjo do céu, anunciar a vocês um evangelho diferente daquele que temos anunciado, que seja amaldiçoado! Pois já dissemos antes e repetimos: se alguém anunciar um evangelho diferente daquele que vocês aceitaram, que essa pessoa seja amaldiçoada! Por acaso eu procuro a aprovação das pessoas? Não! O que eu quero é a aprovação de Deus. Será que agora estou querendo agradar as pessoas? Se estivesse, eu não seria servo de Cristo

Todo aquele que se diz servo de Deus deve buscar, como disse Paulo, a aprovação de Deus, seja em sua vida pessoal, em seu relacionamento com o mundo e, acima de tudo, em sua vida espiritual e no serviço cristão.

Não devemos buscar a Deus como forma de barganha, Deus não precisa de mim e nem de você! Deixemos de ser indoutos em pensar que Deus tem que nos abençoar!

Nenhum líder, pastor ou reverendo deve buscar a aprovação das pessoas, pelo contrário, devem buscar a aprovação de Deus, mesmo que isso custe a redução do orçamento da tesouraria da Igreja.

Devemos deixar de se preocupar em acumular riquezas e bens nesta terra (Mateus 6.19-20), pois nossa pátria não está aqui!

Se o propósito de Deus para nós fosse uma vida cheia de riquezas e de conforto neste mundo qual seria então a utilidade do Sacrifício de Cristo?

Para que precisaríamos ser salvos se é aqui onde Deus deseja que vivamos em prosperidade e riquezas?

Temos que tomar muito cuidado para não nos conformar com este mundo (Romanos 12.2).

Ao invés disto devemos, a todo momento, buscar avançar em direção aos céus e deixar para trás tudo aquilo que nos impede e nos afasta do Pai (Hebreus 12.1).

Fique na paz de Cristo Jesus e que Deus lhe abençoe.

Jamil Filho

Jamil Filho

Cristão por livre escolha, salvo pela graça, servo de Cristo Jesus, eterno estudante de teologia, criador e editor do Euaggelion.

Leia mais
O que aconteceu com os cristãos brasileiros?
Compartilhe