/ Profecias

A Democracia será o sistema que elegerá o Anticristo

Não podemos negar que vivemos os últimos dias. O pecado tem se tornado comum, a apostasia está se alastrando de uma maneira incontrolável, o mundo rejeita a Deus o quanto pode, vivendo de a bel prazer.

Em Mateus 24.38 Jesus nos alerta sobre a sua vinda dizendo: “Porquanto assim como nos dias anteriores ao dilúvio comiam e bebiam, casavam-se e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca”. Note que Jesus não menciona o crescente avanço da iniquidade, Ele apenas cita ações cotidianas, ações normais.

Por que será que Jesus não enumera o pecado e seu avanço neste versículo? Podemos encontrar a resposta logo em seguida: “E não o perceberam, senão quando veio o dilúvio, e os levou a todos…”, Ele não enumera o pecado, porém pode-se entender que este está intimamente ligado com as “práticas comuns” da humanidade descritas em Mateus 24.38, essas “simples ações cotidianas” têm tomado muito tempo de grande parcela da humanidade que já não vê a Salvação de Deus como uma necessidade.

Temos nos acomodado com esse Governo Democrático e, consequentemente, com este sistema, pois não há ninguém nos perseguindo politicamente ou religiosamente, no Brasil pelo menos, não há nazistas, fascistas ou comunistas nos perseguindo por causa da nossa fé, não somos ameaçados por ditadores o que, de certa forma, tem contribuído para o desinteresse pelas coisas de Deus, afinal se o sistema está bom pra que me preocupar em buscar agir conforme a Palavra de Deus?

Ao ler o livro escrito por Arno Froese decidi, não apenas divulgar parte de seus pensamentos registrados nesta obra, mas também ajudá-lo a propagar a verdadeira identidade da Democracia.

Democracia o sistema que mais se enquadra nos moldes do governo do Anticristo:

“Durante anos a fio, os estudiosos de profecias visualizavam o dia quando o Anticristo haveria de conquistar o mundo pela força. Cenários que imaginavam tanques em cada esquina e tropas do exército forçando os cidadãos a se amoldarem às novas determinações . Mas um exame mais acurado das Escrituras revela que, longe de ser uma ordem mundial criada pela força, o Anticristo tomará conta do poder pela vontade do povo, pela democracia. O apóstolo João, escrevendo o livro do Apocalipse, prevê uma época em que o mundo todo haverá de admirar, amar e até mesmo adorar o Anticristo. Essa descrição não combina com o surgimento de um tirano, mas com a coroação de um herói.”

Nunca se viu em toda a História da humanidade um sistema que melhor funcionou no que se refere à liberdade individual e dos direitos humanos. “Mas à medida que a investigamos, não importa quão boa seja, acabará por dar posse ao Anticristo” (Arno Froese, pág. 194)

Prova incontestável disso é o avanço deste modelo em sociedades antes ditatoriais, com as do Oriente  Médio, por exemplo. A queda do Muro de Berlim foi prova de que mesmo em países comunistas fechados o povo anseia pela “deusa da Democracia”, título dado por jovens estudantes chineses em uma manifestação na Praça Tiananmen cuja a Estátua da Liberdade representava esta deusa.

Durante o século XX, mais precisamente durante os meados deste século, o sistema Comunista estava presente em 65% da população mundial, ou seja, 65% da humanidade era governada pelo comunismo. Agora, neste últimos três anos, nos deparamos com uma escalada incontrolável de movimentos pró democracia em países cujo Governo estava no poder por mais de três ou quatro décadas.

Todo esse movimento nos remete para as Profecias Bíblicas, com o crescente domínio democrático e a expansão dos Direitos Humanos não estamos muito longe de ver a “paz” predita na Bíblia se tornar realidade. Em breve, creio eu, a última profecia pré Arrebatamento se cumprirá: “Israel assinará um pacto de paz com seus inimigos” este pacto será, possivelmente, intermediado pelo Anticristo.

A Democracia apenas aparenta um perfil de bondade, porém seu interior é maligno:

Arno Froese escreve no Capítulo 17, página 196, o seguinte: “O sucesso da democracia é baseado no intelecto humano. Mas o homem continua tão maligno como sempre foi. “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?” (Jeremias 17.9)”.

O que Froese está querendo dizer neste trecho? Entendo que por mais que o homem tente por seus próprios meios alcançar a paz e a união, ele nunca conseguirá, pois desde o princípio o pecado e a maldade tem corrompido o coração humano. Por mais que pareça inofensiva, a Democracia é maligna e corrupta e será esta face que se revelará nos últimos anos da Grande Tribulação.

Como o mundo se tornará um?

Mas como o mundo com suas diferenças étnicas, religiosas e culturais se tornará um assim que o Anticristo tomar o poder? O primeiro passo a ser dado é a união econômica, ou seja, converter ou transformar as moedas de diversos países em uma só.

“Os resultados de uma moeda universal serão a simplicidade de toda sua aritmética, operacionalidade e facilidades obtidas pelos viajantes, a simplificação de transações internacionais e das taxas de câmbio. Quando tivermos uma moeda universal, a exportação e importação receberão tal estímulo que quebrarão todos os recordes comerciais já experimentados antes.”

Se você está pensando que este trecho foi dito por um economista contemporâneo está totalmente equivocado! Esta célebre frase foi dita pelo Sr. Feer Herzog, ministro das Finanças suíço, em 1870. Realmente parece que esta citação é algo atual, mas não, veja só desde 1870 a união econômica e a unificação monetária já rondavam a cabeça dos economistas. Este teste foi muito bem sucedido, por alguns anos, na implantação do Euro na União Européia.

Alguns passos importantes já foram dados para uma unificação monetária global, dentre eles a criação de créditos eletrônicos com fácil transferência online, onde quer que esteja, o advento do cartão de crédito que é, indiscutivelmente, mais seguro que o dinheiro vivo, pois a qualquer indício de roubo você pode bloqueá-lo dentre inúmeras outras.

O passo final para a unificação monetária, penso eu, será dividido em duas etapas. A primeira a implantação do microchip subcutâneo, eliminando por completo a circulação de cartões de crédito e de dinheiro vivo. O segundo passo seria a padronização do câmbio, que embora possa enfrentar os mesmos problemas que a Europa vem passando, seria a maneira mais viável de unificação monetária.

Comunismo x Capitalismo

Outra questão interessante que Arno Froese aborda em seu livro é a posição que cada sistema ocupa mediante Deus e Cristo, confira os trechos abaixo extraídos do Capítulo 15:

” Em certa ocasião, ela viu um cartaz bem grande num campo de trigo, que havia sido colocado pelos comunistas. O letreiro dizia: “Auch ohne Gott und ohne Sonne haben wir es geschafft zu ernten” (Mesmo sem Deus e sem sol, nós conseguimos fazer a colheita). Os comunistas estavam desafiando Deus.  Então, num certo dia, começou a chover, e não era uma chuva comum. Choveu continuamente sete dias A colheita se perdeu toda”

Podemos observar neste trecho qual é a verdadeira posição do comunismo, ele desafia a Deus, pois acreditam ser autossuficientes, tanto em si mesmo, quanto em seu sistema em sua tecnologia. Cabe lembrar que este cartaz citado acima foi colocado em um campo de trigo na ex-Alemanha Oriental, a expressão “Mesmo sem Deus e sem sol” se deve ao fato de que a Alemanha havia acabado de receber da ex-URSS o mais novo maquinário de colheita de grãos, que era capaz de colher até mesmo debaixo da chuva.

Já o capitalismo, presente no sistema democrático, se opõe a Cristo, pois será este sistema que levantará o “Homem do pecado”.

“Um certo grau de avareza é essencial para que a economia capitalista funcione adequadamente. As pessoas que estão à procura de riqueza pessoal geralmente trabalham mais do que o cidadão mediano São pessoas dedicadas ao sucesso e que, de fato, amam o dinheiro”

Nosso papel mediante o exposto é continuar firme no Verdadeiro Evangelho de Jesus Cristo, andando conforme as Sagradas Escrituras e evitando ao máximo nos iludir com este sistema maligno e corrupto, pois em breve seremos resgatados da Ira Futura. Que Deus continue vos abençoando cada vez mais, guiando-o em Suas Veredas.

Referências:

Prefácio de Peter Lalonde, 1997, para o livro: “Como a Democracia elegerá o Anticristo”, pág. 9.

Jamil Filho

Jamil Filho

Cristão por livre escolha, salvo pela graça, servo de Cristo Jesus, eterno estudante de teologia, criador e editor do Euaggelion.

Leia mais
A Democracia será o sistema que elegerá o Anticristo
Compartilhe:

Assine o boletim Euaggelion