/ Defesa da Fé

Igreja Moderna, não torne particular aquilo que é de Deus!

“E começou a falar-lhes por parábolas: Um homem plantou uma vinha, e cercou-a de um valado, e fundou nela um lagar, e edificou uma torre, e arrendou-a a uns lavradores, e partiu para fora da terra. E, chegado o tempo, mandou um servo aos lavradores para que recebesse, dos lavradores, do fruto da vinha. Mas estes, apoderando-se dele, o feriram e o mandaram embora vazio. E tornou a enviar-lhes outro servo; e eles, apedrejando-o, o feriram na cabeça, e o mandaram embora, tendo-o afrontado. E tornou a enviar-lhes outro, e a este mataram; e a outros muitos, dos quais a uns feriram e a outros mataram. Tendo ele, pois, ainda um seu filho amado, enviou-o também a estes por derradeiro, dizendo: Ao menos terão respeito ao meu filho. Mas aqueles lavradores disseram entre si: Este é o herdeiro; vamos, matemo-lo, e a herança será nossa. E, pegando dele, o mataram, e o lançaram fora da vinha.Que fará, pois, o senhor da vinha? Virá, e destruirá os lavradores, e dará a vinha a outros” Marcos 12:1-9

Não é preciso dizer, mas esta parábola de Jesus é bastante conhecida por nós, cristãos. E, assim como todo ensinamento de Cristo, ela tem tudo a ver com os nossos dias. Você pode estar se perguntando: “Mas como?”.

Simples! Primeiramente temos que compreender o contexto em que a parábola foi contada.

Jesus, ao ilustrar uma situação que o dono da vinha enfrentava, estava na realidade exortando ao povo de Israel, pois Deus, neste caso o senhor da vinha, havia concedido para os judeus, os lavradores maus, uma grande bênção e era dever deles cuidar e produzir para Ele, no entanto, não foi este o cenário final!

Sabemos que no período do Antigo Testamento muitos profetas foram mortos por condenarem o pecado do povo de Israel, muitos foram feridos, maltratados, humilhados e perseguidos até culminar no Filho, em Jesus Cristo!

Nosso Senhor Jesus foi enviado para levar a Salvação para o povo judeu, porém eles “disseram entre si: Este é o herdeiro; vamos, matemo-lo, e a herança será nossa.E, pegando dele, o mataram, e o lançaram fora da vinha”.

Jesus foi rejeitado e morto pelo seu próprio povo!

Mas qual é a relação disso com as Igrejas Modernas?

Não é difícil observar que, grande parcela do povo dito cristão, está tornando particular aquilo que Deus concedeu para que fosse cuidado e propagado de graça!

Quando eu digo particular me refiro ao fato de muitas Igrejas negociarem a Salvação de Cristo, imporem dogmas e paradigmas a serem aceitos e cumpridos.

Me refiro à dogmas ou normas estabelecidas pelo homem e não às normas e padrões bíblicos!

Muitas Igrejas estão, na realidade, impedindo que as Boas Novas alcancem as almas perdidas, estão matando os servos de Deus e desprezando o Herdeiro da Glória.

Como verdadeiros cristãos devemos, como obrigação, cuidar e zelar por aquilo que Deus concedeu às nossas mãos, no entanto devemos estar sempre prontos para conceder, de graça, aquilo que recebemos: a Salvação e Misericórdia divinas.

Que Deus vos abençoe grandemente, tenham todos um bom dia guardados debaixo da Poderosa e Bendita Mão de Deus. A Paz!

Jamil Filho

Jamil Filho

Cristão por livre escolha, salvo pela graça, servo de Cristo Jesus, eterno estudante de teologia, fundador e editor do Euaggelion.

Ler mais