/ Jesus

Cristo, o verdadeiro sentido da Páscoa!

Hoje todo o mundo comemora a Páscoa, no entanto de forma errônea, esquecendo-se do seu real sentido. Assim como no Natal, as comemorações desta data, infelizmente, se firma no conceito capitalista de troca de chocolate e de uma, nada inteligente, referência ao tal “coelhinho da páscoa”.

Na realidade esta imagem transmitida no comércio esconde, como uma sábia artimanha de Satanás, o real sentido da Páscoa.

Tudo começou no Egito, na noite em que o Senhor Deus livrou os israelitas da morte:

E falou o Senhor a Moisés e a Arão na terra do Egito, dizendo: Este mesmo mês vos será o princípio dos meses; este vos será o primeiro dos meses do ano. Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês tome cada um para si um cordeiro, segundo as casas dos pais, um cordeiro para cada família. Mas se a família for pequena para um cordeiro, então tome um só com seu vizinho perto de sua casa, conforme o número das almas; cada um conforme ao seu comer, fareis a conta conforme ao cordeiro. O cordeiro, ou cabrito, será sem mácula, um macho de um ano, o qual tomareis das ovelhas ou das cabras. E o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde. E tomarão do sangue, e pô-lo-ão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem. E naquela noite comerão a carne assada no fogo, com pães ázimos; com ervas amargosas a comerão. Êxodo 12:1-8

Note que a Páscoa, em seu sentido original, têm como conteúdo e tema a salvação! E, para nós que vivemos no período da Graça, não é diferente.

Cristo é o Cordeiro que, por amor a nós, derramou seu sangue puro na Cruz do Calvário para nos resgatar do pecado e da perdição eterna:

Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais, mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado 1 Pedro 1:18-19

Satanás tem pervertido o real sentido da Páscoa colocando na mente do mundo que tudo se resume em chocolate e coelho, sendo que na realidade, a Páscoa trata de salvação, de resgate por meio do Sangue de Jesus Cristo.

Não estou dizendo que é errado comer chocolate e tal, no entanto seguir o mesmo pensamento, reduzido e pobre por sinal, e afirmar que o sistema capitalista é o verdadeiro sentido desta data tão especial é, na realidade, subestimar o sangue de Cristo derramado na Cruz do Calvário e o que isso significa para aqueles que se entregam ao Senhor!

Que neste dia venhamos comemorar a verdadeira Páscoa que é Cristo se entregando por amor de nós, vertendo seu sangue na Cruz do Calvário, ressuscitando ao terceiro dia e nos concedendo a chance de alcançarmos a Salvação Eterna. Este é o verdadeiro sentido da Páscoa. Que Deus lhes abençoe.

Jamil Filho

Jamil Filho

Cristão por livre escolha, salvo pela graça, servo de Cristo Jesus, eterno estudante de teologia, criador e editor do Euaggelion.

Leia mais
Cristo, o verdadeiro sentido da Páscoa!
Compartilhe:

Assine o boletim Euaggelion