/ Curiosidades Bíblicas

Curiosidades Bíblicas #06 (Ele, porém retirou-se.)

E, chegando a Nazaré, onde fora criado, entrou num dia de sábado, segundo o seu costume, na sinagoga, e levantou-se para ler.
E foi-lhe dado o livro do profeta Isaías; e, quando abriu o livro, achou o lugar em que estava escrito:
O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados de coração,
A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do Senhor.
E, cerrando o livro, e tornando-o a dar ao ministro, assentou-se; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele.
Então começou a dizer-lhes: Hoje se cumpriu esta Escritura em vossos ouvidos.
E todos lhe davam testemunho, e se maravilhavam das palavras de graça que saíam da sua boca; e diziam: Não é este o filho de José?
E ele lhes disse: Sem dúvida me direis este provérbio: Médico, cura-te a ti mesmo; faze também aqui na tua pátria tudo que ouvimos ter sido feito em Cafarnaum.
E disse: Em verdade vos digo que nenhum profeta é bem recebido na sua pátria.
Em verdade vos digo que muitas viúvas existiam em Israel nos dias de Elias, quando o céu se cerrou por três anos e seis meses, de sorte que em toda a terra houve grande fome;
E a nenhuma delas foi enviado Elias, senão a Sarepta de Sidom, a uma mulher viúva.
E muitos leprosos havia em Israel no tempo do profeta Eliseu, e nenhum deles foi purificado, senão Naamã, o siro.
E todos, na sinagoga, ouvindo estas coisas, se encheram de ira.
E, levantando-se, o expulsaram da cidade, e o levaram até ao cume do monte em que a cidade deles estava edificada, para dali o precipitarem.
Ele, porém, passando pelo meio deles, retirou-se. Lucas 4:16-30

Hoje apresentaremos alguns eventos do ministério de Jesus Cristo que, muitas vezes, são deixados de lado: “as tentativas dos judeus em matar a Jesus antes do tempo determinado”.

Existem diversos trechos nos Evangelhos que nos mostram tanto o ódio quanto os planos dos fariseus em matar Jesus, no entanto os trechos, que apresentaremos neste artigo, possuem uma peculiaridade.

E todos, na sinagoga, ouvindo essas coisas, se encheram de ira. E, levantando-se, o expulsaram da cidade e o levaram até ao cume do monte em que a cidade deles estava edificada, para dali o precipitarem. Ele, porém, passando pelo meio deles, retirou-se. Lucas 4:28-30

Então, pegaram em pedras para lhe atirarem; mas Jesus ocultou-se, e saiu do templo, passando pelo meio deles, e assim se retirou. João 8:59

Os judeus pegaram, então, outra vez, em pedras para o apedrejarem. Respondeu-lhes Jesus: Tenho-vos mostrado muitas obras boas procedentes de meu Pai; por qual dessas obras me apedrejais? Os judeus responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia, porque, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo. Respondeu-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: sois deuses? Pois, se a lei chamou deuses àqueles a quem a palavra de Deus foi dirigida (e a Escritura não pode ser anulada), àquele a quem o Pai santificou e enviou ao mundo, vós dizeis: Blasfemas, porque disse: Sou Filho de Deus? Se não faço as obras de meu Pai, não me acrediteis. Mas, se as faço, e não credes em mim, crede nas obras, para que conheçais e acrediteis que o Pai está em mim, e eu, nele. Procuravam, pois, prendê-lo outra vez, mas ele escapou de suas mãos, e retirou-se outra vez para além do Jordão, para o lugar onde João tinha primeiramente batizado, e ali ficou. João 10:31-40

Percebeu alguma peculiaridade? Note que os judeus procuraram matar ao Senhor Jesus através do apedrejamento, prática muito comum nos tempos messiânicos e, em outro evento, tentaram lança-lo em um precipício.

No entanto, o mais interessante, é que nas três ocasiões Jesus “se retirou do meio deles”.

Não possuímos maiores detalhes acerca de como e de que forma Jesus escapava das mãos dos judeus, no entanto através de uma breve análise do contexto é possível observar que Ele o fazia de forma sobrenatural, veja:

E todos, na sinagoga, ouvindo essas coisas, se encheram de ira. E, levantando-se, o expulsaram da cidade e o levaram até ao cume do monte em que a cidade deles estava edificada, para dali o precipitarem. Ele, porém, passando pelo meio deles, retirou-se. Lucas 4:28-30

Perceba que, através de uma breve análise, deste versículo todos que estavam na sinagoga se levantaram contra Ele:

E todos… se encheram de ira. E, levantando-se o levaram até ao cume do monte para dali o precipitarem.

E, em seguida, vemos a seguinte declaração de Lucas:

Ele, porém, passando pelo meio deles, retirou-se.

Agora pense o seguinte: “Como alguém, sendo objeto de extremo ódio de toda uma cidade, conseguiria passar pelo meio da multidão enfurecida e, simplesmente, ir embora?”

Observamos o mesmo nas outras duas passagens:

Então, pegaram em pedras para lhe atirarem; mas Jesus ocultou-se, e saiu do templo, passando pelo meio deles, e assim se retirou. João 8:59

Os judeus pegaram, então, outra vez, em pedras para o apedrejarem. Procuravam, pois, prendê-lo outra vez, mas ele escapou de suas mãos, e retirou-se outra vez para além do Jordão, para o lugar onde João tinha primeiramente batizado, e ali ficou. João 10:31,39-40

Percebam que nos três eventos Jesus escapou das mãos dos judeus quando, estes, estavam reunidos em grande número. No primeiro, em Lucas 4, toda uma sinagoga, senão, uma cidade se levantou contra Ele, em João 8, Jesus estava no Templo, no lugar onde era recolhido as ofertas (João 8:20) e, por fim, em João 10 Jesus e os judeus estavam no Templo de Salomão (João 10:23), pois comemoravam a Festa da Dedicação e, assim como nas demais ocasiões, haviam um grande número de pessoas reunidas.

Como e de que maneira Ele se ausentava, ou o que acontecia com os judeus para que não o impedisse de “fugir” as Sagradas Escrituras não afirmam, mas creio que Ele o fazia de maneira sobre-humana.

Tudo isso para que as profecias se cumprissem:

Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós, porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro. Gálatas 3:13

Que Deus vos abençoe.

Jamil Filho

Jamil Filho

Cristão por livre escolha, salvo pela graça, servo de Cristo Jesus, eterno estudante de teologia, criador e editor do Euaggelion.

Leia mais
Curiosidades Bíblicas #06 (Ele, porém retirou-se.)
Compartilhe:

Assine o boletim Euaggelion