/ Devocional

Devocional #47 (Salmo 119:52)

“Lembrei-me dos teus juízos antiquíssimos, ó Senhor, e, assim, me consolei.” (Salmos 119:52)

Os juízos de Senhor são o nosso consolo ante as adversidades.

O salmista declara que sua mente, em meio às adversidades e zombarias (v.51), busca no passado as obras de juízo do Senhor Deus.

Há uma grande diferença entre querer a destruição de algo ou alguém e ansiar pela justiça de Deus. Percebam que este versículo complementa o anterior, versículo 51:

“Os soberbos zombaram grandemente de mim; apesar disso, não me desviei da tua lei. Lembrei-me dos teus juízos antiquíssimos, ó Senhor, e, assim, me consolei.”

O salmista se recorda dos juízos de Deus, pois anseia que Ele aja em seu favor contra aqueles que se opõe, não contra ele mesmo, mas contra a Palavra de Deus.

Devemos guiar nossas vidas de maneira a seguir e viver em conformidade com a Palavra de Deus e, além disso, nunca nos esquecer do que o Senhor Deus já fez em nosso favor e contra os aqueles que infringem os Santos Estatutos.

Não sei o que você está passando hoje, quais são seus medos, suas dores e suas tristezas, mas tenho certeza de que Deus está no controle. Confie nEle, pois nunca desamparou um filho. Lembre-se do que o Senhor já fez e busque consolo em Sua Palavra.

Que Deus abençoe o seu dia.

Jamil Filho

Jamil Filho

Cristão por livre escolha, salvo pela graça, servo de Cristo Jesus, eterno estudante de teologia, criador e editor do Euaggelion.

Leia mais
Devocional #47 (Salmo 119:52)
Compartilhe:

Assine o boletim Euaggelion