/ Devocional

Devocional #101 (Salmo 119.108)

“Aceita, eu te rogo, as oferendas voluntárias da minha boca, ó SENHOR; ensina-me os teus juízos.” (Salmo 119.108)

O salmista roga ao Senhor Deus para que Ele incline-se ao seu louvor e adoração.

A Palavra de Deus nos deixa claro que Deus não está preocupado com os bens materiais que possuímos, mas sim com nossa adoração e devoção sinceras, pois o que realmente pesará na eternidade não será o montante de dinheiro que acumulamos em vida, mas sim nossa lealdade e fidelidade para com as Sagradas Escrituras.

O salmista sabia disto, tanto que ele roga ao Senhor “Aceita, as oferendas voluntárias da minha boca”, pois se o Senhor Deus aceitasse seu louvor e adoração já seria o suficiente.

Devemos buscar a aprovação de Deus, devemos procurar entoar um louvor sincero e verdadeiro a Ele. Note que quando digo “louvor” não me refiro apenas em cantar ou tocar, mas sim à totalidade da nossa vida conforme o Apóstolo Paulo escreve:

Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional Romanos 12.1

Nossa maneira de viver, andar, falar, expressar, nossos costumes, nossos hobbies e prioridades refletem não apenas o que somos, mas também o que possuímos como centro da nossa vida. Se é Deus tudo em nós girará entorno dEle, mas se não é Deus, então estaremos cheirando como o mundo.

Que neste dia o Senhor Deus venha lhe conduzir pelos seus caminhos. Fique na Paz de Cristo Jesus.

Jamil Filho

Jamil Filho

Cristão por livre escolha, salvo pela graça, servo de Cristo Jesus, eterno estudante de teologia, criador e editor do Euaggelion.

Leia mais
Devocional #101 (Salmo 119.108)
Compartilhe:

Assine o boletim Euaggelion