Apologética Devocional DropsGelion Reflexão Sobre Fale Conosco
/ Reflexão

O sofrimento na vontade de Deus

  • Jamil Jorge

    Servo do Senhor Jesus Cristo. Pastor da Assembleia de Deus Missões

    Ler mais artigos deste autor.

“Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16.33)

O fato da existência do pecado e do sofrimento não significa que eles são da vontade de Deus. Embora Deus tenha optado por permitir a existência do pecado e da enfermidade, ambos são contradições fundamentais à intenção divina para com a criação.

O mundo e tudo quanto nele existia era, segundo as escrituras, “muito bom” (Gênesis 1.31). Não há fundamento bíblico para se supor que o desejo de Deus fosse o de uma criação contorcendo-se pelas dores da queda. Tais agonias foram provocadas pelo ser humano, e Deus foi ao extremo para corrigir esse estado, por meio de um plano de redenção.

Amados Deus criou todas as coisas perfeitas, no entanto, por causa do pecado todas as coisas foram corrompidas na sua totalidade, e não voltarão à sua condição ideal até que o Senhor Jesus restaure todas as coisas, como prometido em sua palavra (Apocalipse 21.1).

Até lá as tribulações, angustias, tristezas enfermidades e demais coisas decorrentes da natureza caída, farão parte do dia a dia de toda a humanidade, uma ressalva, no entanto, é que aqueles que estão em Cristo, tem nEle uma nova vida e uma viva esperança de estar com Ele em glória.

Segundo prometido pelo próprio Senhor Jesus nas suas palavras em João 14.2-3. O melhor desta promessa de Cristo, não são apenas as moradas, o lugar preparado, mas sim quando diz: “…e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.”

A presença de Cristo preencherá tudo. Glórias sejam dadas ao Deus Eterno. Amém!

Que Deus vos abençoe, fique na Paz de Cristo Jesus.

O sofrimento na vontade de Deus
Compartilhe