/ Salvação

Guarda o que tens

“Venho sem demora; guarda o que tens para que ninguém tome a tua coroa” (Apocalipse 3:11)

Esta palavra foi dirigida pelo Senhor Jesus à Igreja de Filadélfia, uma das sete igrejas da Ásia as quais o Senhor ordenou a João que as enviasse cartas. Filadélfia foi a única, dentre todas as igrejas, que não recebeu nenhuma repreensão.

As palavras de Jesus para esta Igreja fiel são:

  • Portas abertas, pois guardaram a palavra do Senhor mesmo em sua fraqueza (v.8);
  • Ele declara seu amor por esta igreja (v. 9);
  • E promete guardá-la da tribulação que virá sobre o mundo inteiro (v. 10).

A seguir o Senhor Jesus adverte: “Guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa” (v. 11). Todo crente fiel ao Senhor e à sua Palavra possui uma coroa reservada na Glória. Os versos a seguir nos comprovam isto:

“Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.” (2 Timóteo 4:8)

“Em esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos dos séculos;” (Tito 1:2)

“E, quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa da glória.” (1 Pedro 5:4)

“Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.” (Apocalipse 2:10)

Estas coroas estão nas mãos do Senhor Jesus Cristo.

  • Coroa da Justiça;
  • Coroa da Vida;
  • Coroa de Glória;

Note que a Coroa da Vida será entregue aos que sofrerem tentação e forem aprovados, ou seja, vencerem. A coroa será dada na Vinda do Senhor, como um adereço de participante do Reino Celestial e Eterno.

Na visão do Trono da Majestade Divina, João relata que os vinte e quatro anciãos estavam vestidos de vestes brancas e tinham sobre sua cabeça coroas de ouro (Apocalipse 4:4).

Neste ambiente de Glória Celestial e atmosfera Santa ouve-se: “Santo, Santo, Santo é o Senhor o Todo Poderoso, que era, e que é, e que há de vir, honra, glória e ações de graças, ao que vive para sempre.”

Prostrando-se diante do Senhor os vinte e quatro anciãos com certeza não possuíam palavras de louvor, então eles lançavam as suas coroas diante do Trono do Senhor em louvor e ações de graças (Apocalipse 4:8-11).

Meus irmãos, tudo que existe neste mundo por mais precioso, belo ou atraente que seja, jamais poderá superar o que está preparado para os que, sem reservas, são fiéis ao Senhor.

Se até aqui fomos fiéis a Cristo, a Palavra que Ele nos diz é:

“Guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.”

Ao longo da história bíblica alguns personagens perderam suas coroas. Eis alguns:

Esaú (Gênesis 25:32-42)

“Ele desprezou a sua primogenitura”, e perdeu a coroa. A sequência utilizada na Bíblia para declarar a imutabilidade de Deus seria “o Deus de Abraão, Isaque e Esaú”, mas ele rejeitou sua coroa em troca de um prato de lentilhas.

Sansão (Juízes 16:19-21)

Desprezando o chamado de Deus para ser um juiz e libertador de Israel, Sansão caiu em prostituição, bebedice, mentira e em casamento ilícito, perdendo assim a sua coroa de glória.

É importante destacar que o nascimento de Sansão foi proclamado por um anjo do Senhor (Juízes 13:3-7). Sua mãe era estéril e seu pai, Manoá, orou para que o anjo aparecesse novamente e lhes orientasse quanto ao chamado de seu filho.

Deus ouviu sua oração e enviou o anjo para confirmar o nascimento do menino e que ele iria começar a libertar Israel das mãos dos seus inimigos.

Sansão seria nazireu, totalmente dedicado ao Senhor (Juízes 13). Ele foi totalmente escolhido por Deus, pois era judeu (o povo eleito pelo Senhor), seria um juiz e seu nascimento se difere dos demais.

O próprio anjo do Senhor anuncia os propósitos de Deus e a eleição do menino, no entanto, Sansão seguiu seus próprios caminhos e caiu em muitos tropeços. Começando pela sua vida conjugal, ele era desobediente aos seus pais.

Fora escolhido desde o ventre, mas abandonou sua missão e seu chamado para viver como a sociedade ímpia daquela época vivia. Ele perdeu sua coroa.

Sansão havia sido eleito por Deus para se tornar o libertador de Israel, no entanto, ele decidiu andar fora, afastado dos propósitos de Deus, pois a questão é ser ou não obediente ao chamado do Senhor.

Saul (1 Samuel 15:22-31)

Saul foi o primeiro rei de Israel, o povo o escolheu pela aparência, era alto, forte e formoso, as Sagradas Escrituras nos revelam que entre os filhos de Israel não havia homem mais formoso do que Saul (1 Samuel 9:2).

Porém ele foi rejeitado por Deus por causa de sua arrogância, rebelião que, diante de Deus, é como “feitiçaria”, além disso, ele ao invés de buscar a Voz do Senhor, consultou uma vidente, sendo tormentado por um espírito maligno (1 Samuel 16:14-15).

E, por fim, sua vida se encerra com o seu suicídio, ao ser cercado pelos inimigos Saul se lança sobre sua própria espada (1 Samuel 31:4) e, assim, perde a sua coroa junto ao Senhor.

Lembre-se, o Senhor Jesus tem uma coroa preparada para todos os fiéis. No entanto, para alcançá-la, devemos andar pura, sóbria e piamente sobre esta Terra, conservando a palavra que nos foi dada.

Não permita que Satanás, o mundo ou os desejos da carne a roube de você.

Guarda o que tens!

Que o Senhor Deus lhes abençoe. Fique na Paz de Cristo Jesus.

Jamil Filho

Jamil Filho

Cristão por livre escolha, salvo pela graça, servo de Cristo Jesus, eterno estudante de teologia, fundador e editor do Euaggelion.

Ler mais