/ Reflexão

Pela fé morreram, sem a promessa

“Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas; mas vendo-as de longe, e crendo-as e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra. Porque, os que isto dizem, claramente mostram que buscam uma pátria.” (Hebreus 11:13,14)

Promessas… Talvez esta seja a palavra mais anunciada na igreja evangélica. Muitas vezes falamos, pregamos e cantamos que aquele que tem a promessa de Deus não morre, no entanto, biblicamente falando esta afirmação é um tanto incoerente.

Não vou, contudo, atacar a doutrina neopentecostal de vitória, sucesso ou automotivação. Meu hoje, nesta segunda-feira, é confortar o coração dos meus irmãos em Cristo.

Ao escrever a Igreja de Roma o escritor aos Hebreus, no capítulo 11, apresenta a natureza da fé e exemplos de homens fiéis ao Senhor Deus. Ele declara que todos receberam as promessas de Deus, no entanto, morreram apenas vendo-as de longe.

Fracassaram? Perderam a fé? Não creram verdadeiramente na Palavra de Deus?

Não! Pelo contrário, eles amaram mais a sua verdadeira pátria do que as promessas terrenas, reconheceram que eram peregrinos nesta Terra. “Mas vendo-as de longe, e crendo-as e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra.” (Hebreus 11:13)

Assim como os patriarcas, somos peregrinos, estrangeiros neste mundo caído. O próprio Jesus, nosso Rei, declara que a Sua e a nossa Pátria não está aqui (João 18:36).

O problema deles não terem recebido as bênçãos de Deus não estava em sua falta de fé. Na realidade eles viveram pela fé, no entanto, mesmo recebendo da boca do próprio Deus a promessa de bênção eles amaram mais a sua pátria eterna do que suas vidas terrenas.

Será que nossa fé se aproxima à fé destes homens? Será que estamos realmente amando a Glória Eterna ao invés deste mundo? Desejo que você faça uma pequena retrospectiva de sua vida, uma breve análise e se pergunte “Será que Deus não se envergonha de ser meu Deus?”

A convicção e a certeza da cidade celestial e o nosso amor para com a Glória Eterna nos levará ao estado, à bênção alcançada pelos heróis da fé:

“Mas agora desejam uma melhor, isto é, a celestial. Por isso também Deus não se envergonha deles, de se chamar seu Deus, porque já lhes preparou uma cidade.” (Hebreus 11:16)

Que a sua fé transpasse os limites humanos, a morte e toque a Nova Jerusalém e o Deus que declara “Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus.” (Apocalipse 21:3)

Fique na Paz de Cristo Jesus, que Deus vos abençoe.

Jamil Filho

Jamil Filho

Servo de Cristo Jesus, proclamador das Boas Novas, fundador e editor do Euaggelion.

Ler mais