Apologética Devocional DropsGelion Reflexão Sobre Fale Conosco
/ Reflexão

Azeite Puro

  • Jamil Filho

    Jamil Filho

    Cristão por livre escolha, salvo pela graça, servo de Cristo Jesus, eterno estudante de teologia, criador e editor do Euaggelion.

    Ler mais artigos deste autor.

    Jamil Filho

Tu pois ordenarás aos filhos de Israel que te tragam azeite puro de oliveiras, batido, para o candeeiro, para fazer arder as lâmpadas continuamente. Na tenda da congregação, fora do véu que está diante do testemunho, Arão e seus filhos as porão em ordem, desde a tarde até a manhã, perante o Senhor; isto será um estatuto perpétuo para os filhos de Israel, pelas suas gerações. Êxodo 27:20,21

No Antigo Testamento o azeite era não apenas um produto essencial nas cerimônias religiosas como também um bem de troca muito valioso.

Ao restabelecer os ritos e procedimentos do culto no Tabernáculo, o Senhor Deus declara:

“… tragam azeite puro para fazer arder as lâmpadas continuamente”

Se avançarmos alguns séculos até Jesus, até seu ministério, encontramos alguns pontos de extrema importância para nossa vida cristã.

Então o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo.

E cinco delas eram prudentes, e cinco loucas.

As loucas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo.

Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas.

E, tardando o esposo, tosquenejaram todas, e adormeceram.

Mas à meia-noite ouviu-se um clamor: Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro.

Então todas aquelas virgens se levantaram, e prepararam as suas lâmpadas.

E as loucas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam.

Mas as prudentes responderam, dizendo: Não seja caso que nos falte a nós e a vós, ide antes aos que o vendem, e comprai-o para vós.

E, tendo elas ido comprá-lo, chegou o esposo, e as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas, e fechou-se a porta.

E depois chegaram também as outras virgens, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos.

E ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo que vos não conheço.

Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir.

(Mateus 25:1-13)

Aqui o azeite é apresentado novamente e, assim como no Êxodo, ele é o combustível necessário para que as lâmpadas produzam luz.

Sabemos que o azeite era amplamente utilizado, nos tempos bíblicos, durante o ritual de unção. Os profetas, sacerdotes e reis eram ungidos como sinal de aprovação e importância.

O Apóstolo Paulo sabendo disto escreve, em 2 Coríntios 1:21-22, “ nos ungiu é Deus o qual nos selou e deu o penhor do Espírito”.

No Novo Testamento a unção é apresentada como a presença real do próprio Espírito Santo que nos ensina as verdades do Pai (1 João 2:27). O Santo Espírito é o próprio “azeite puro”, imaculado e que nos apresenta a Vontade de Deus.

Sob esta perspectiva podemos extrair alguns ensinamentos:

  1. Deus nos ordena: “tragam azeite puro”, ou conforme o escritor aos Hebreus declara “…se ouvirdes hoje a sua voz , não endureçais o vosso coração” (3:7-8). Devemos manter o Espírito Santo vivo em nós (1 Tessalonicenses 5:19). Deus nos conclama a alimentar uma fé sincera nEle e em Sua Palavra, Ele nos orienta a abrirmos os nossos corações para seu Espírito;
  2. O próprio Senhor também declara “… Arão e seus filhos as porão em ordem, desde a tarde até pela manhã…” (v. 21). Deus concede responsabilidade ao homem, a responsabilidade de manter a chama do Espírito acesa, tal como as virgens prudentes.

Assim como Arão e seus filhos deviam colocar azeite puro nas lâmpadas para mantê-las acesas diante de Deus, durante todo o dia, nós devemos alimentar uma comunhão sincera e verdadeira com Deus por meio de Seu Filho Jesus e pelo Espírito Santo.

Caso contrário corremos o sério risco de nós nos perdermos no meio do caminho. Temos o azeite puro em nossos corações, é o próprio Espírito Santo, e através dele devemos, tal como Jesus declara, brilhar para o mundo (Mateus 5:14-16).

Se temos o Espírito Santo em nossas vidas devemos brilhar para o mundo, resplandecer a Glória do Senhor Deus.

Façamos tal como as virgens prudentes, guardemos o azeite, se encha do Santo Espírito, busque as coisas que são do alto, tal como o Apóstolo Paulo orienta em Colossenses 3:1-5.

Perseveremos até o fim, corramos a carreira que nos foi proposta e nos enchamos do selo da promessa.

Fique na Paz de Cristo Jesus e que Deus vos abençoe.

Jamil Filho

Jamil Filho

Cristão por livre escolha, salvo pela graça, servo de Cristo Jesus, eterno estudante de teologia, criador e editor do Euaggelion.

Leia mais
Azeite Puro
Compartilhe