Aborrecei o mal

“Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem” (Romanos 12:9)

O que é o mais correto a ser fazer, praticar o bem, mas não aborrecer o mal, ou aborrecer o mal, mas não praticar o bem?

Há muitos cristãos que, erroneamente, obedecem apenas uma parte das ordenanças de Cristo. Muitos creem que se já praticam o bem então, por consequência, os seus erros serão compensados.

De maneira alguma, a Bíblia Sagrada nos orienta que não apenas a prática do bem é importante, como também o repúdio ao mal.

Qual é a vantagem o cristão se empenhar no uso dos seus dons, o assunto dos versículos anteriores, no auxílio ao próximo e no trabalho no Reino de Deus, mas permanecer com algum pecado escondido ou ainda alimentar em seu coração algum desejo contrário à vontade de Deus? Toda sua obra será em vão!

O oposto também é prejudicial à vida cristã, de nada adianta eu me empenhar em aborrecer tudo aquilo que desagrada a Deus se, paralelamente, eu não me empenho em utilizar os dons que o Senhor me deu em prol do Evangelho.

Para uma vida cristã saudável na presença de Deus devemos não apenas aborrecer o mal, mas também praticar o bem.

Medite nestas palavras e que o Senhor lhe abençoe. Fique na Paz de Cristo Jesus.