Colunas no Templo

“A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome” (Apocalipse 3:12)

Penúltima carta de Cristo às Igrejas da Ásia… Conhecemos um pouco sobre a Igreja de Filadélfia, a Igreja fiel ao seu Senhor.

Mesmo sendo pobres, fracos e pequenos o próprio Deus declara que eram fiéis ao Seu Nome.

Contudo, o versículo doze deste capítulo me chama a atenção. Trata-se de uma promessa do Senhor Jesus aos vencedores, aos que permanecerem fiéis e perseverantes na fé que receberam.

O Senhor declara que tais homens e mulheres serão feitos colunas no Templo de Deus e terão sobre si o Nome de Deus. No entanto, em uma leitura superficial do livro de Apocalipse iremos nos deparar com uma pequena contradição.

No capítulo vinte e um e versículo vinte dois o Apóstolo João declara que não viu Templo algum na Nova Jerusalém. Então como os vencedores se tornarão colunas num Templo que não existe?

A resposta se encontra no próprio versículo: “E nela não vi templo, porque o seu templo é o Senhor Deus Todo-Poderoso, e o Cordeiro (Apocalipse 21:22).

Aqui se cumpre a promessa do Senhor “Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo”(2 Coríntios 6:16).

Não haverá necessidade de templos físicos, pois o próprio Deus será o Templo da Nova Jerusalém.

Ele restaurará, para todo sempre, a comunhão perdida com a humanidade e nEle desfrutaremos de eterna alegria. Pense na gloriosa honra de ser coluna no Templo que é o próprio Deus!

Jamais perderemos nossa comunhão com Ele, pois o Seu Nome estará, para todo sempre, gravados em nossas faces (Apocalipse 22:4).

Medite nesta maravilhosa promessa de Cristo durante este dia e que Deus lhe abençoe.