Devocional #134 (Salmo 119.143-144)

“Aflição e angústia se apoderam de mim; contudo os teus mandamentos são o meu prazer. A justiça dos teus testemunhos é eterna; dá-me inteligência, e viverei.” (Salmo 119.143-144)

O salmista declara ao Senhor que, mesmo em meio às adversidades, seu amor pelas Sagradas Escrituras permanece.

Ao contrário dos ímpios que, em meio às adversidades e lutas, se refugiam nas drogas, no álcool ou em qualquer outro tipo de válvula de escape, o salmista apresenta o refúgio daqueles que confiam no Senhor.

“Aflição e angústia se apoderam de mim; contudo os teus mandamentos são o meu prazer”

Sabemos que na Palavra do Senhor Deus encontramos não apenas proteção, mas também refrigero para nossas almas e consolo em tempos de provações. Além disso podemos confiar que, em qualquer momento de nossas vidas, encontraremos auxílio das Sagradas Escrituras, pois “A justiça dos teus testemunhos é eterna”.

O salmista reafirma que a Palavra de Deus é eterna e que, por isso mesmo em meio à angústia ele a ama, pois sabe que o que nela está escrito e prometido, mesmo que aos nossos olhos tardem para se cumprir, será, no tempo certo de Deus, concretizado.

Confie no Senhor Deus e em sua Palavra, pois “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar.” (Mateus 24:35) e, somente através dela, encontramos orientações para a vida eterna.

Que Deus vos abençoe, fique na Paz de Cristo Jesus.