Vencendo o mal com o bem

“Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem” (Romanos 12:21)

O capítulo 12 de Romanos é um maravilhoso compêndio prático de vida cristã, embora os primeiros oito versículos sejam extremamente importantes também, é na segunda parte deste capítulo que encontro o ápice do raciocínio paulino referente à vida cristã cotidiana.

Sempre falamos em vencer o mal com o bem, mas jamais pensamos no que essa orientação realmente implica. Não se trata de sermos “bonzinhos”, Paulo não possuía a imagem de um homem simpático ao escrever este versículo.

O versículo primeiro ainda está em sua mente quando o Apóstolo escreve aos romanos que eles deveriam vencer o mal com o bem. Nenhum ser humano é capaz de colocar seu ego de lado e não retribuir o mal se, primeiramente, não submeter seu próprio corpo à vontade de Deus.

Um cristão só compreenderá o que realmente é vencer o mal com o bem quando ele passar a compreender que seu culto ao Senhor inclui todas as áreas de sua vida pessoal.

Só seremos capazes de, verdadeiramente, retribuir o mal com o bem quando nossa mente estiver, completamente, renovada por Cristo, transformada e alinhada à boa, perfeita e agradável vontade de Deus.